Qual a importância das comunidades virtuais para o seu negócio?

Qual a importância das comunidades virtuais para o seu negócio?

A popularização dos recursos digitais transformou os hábitos de todos nós, facilitando o acesso às mais diversas informações. Entre os seus vários legados, destaca-se a oportunidade de conectar pessoas com interesses em comum.

Dessa maneira, é natural que os milhões de usuários online se organizem em grupos. Mas, afinal de contas, quais os benefícios das comunidades virtuais para o seu negócio? É o que vamos explicar em nosso post de hoje.

O que são comunidades virtuais?

Dá-se o nome de comunidades virtuais aos espaços online que reúnem usuários que possuem interesses em comum, independentemente do local onde elas se encontram. As motivações são as mais variadas: elas podem ser criadas por fãs de um artista, estudantes que estão se preparando para o vestibular, etc.

Vários canais de comunicação podem ser utilizados para viabilizar essa iniciativa. Entre os principais, destacam-se a manutenção de grupos em mídias sociais, como o Facebook ou o WhatsApp, ou a criação de fóruns no ambiente virtual.

Embora cumpram com maestria o propósito recreativo ou acadêmico, a manutenção das chamadas comunidades virtuais também é uma estratégia interessante para ser incorporada ao marketing de uma empresa, pelos motivos que detalharemos a seguir.

Por que investir na criação de comunidades virtuais para o seu negócio?

Várias são as razões que justificam a criação de comunidades virtuais que estejam relacionadas ao seu negócio. A primeira delas é que essa é uma maneira eficaz de abastecer aos clientes e consumidores em potencial com informações sobre lançamentos, atualizações ou tutoriais de utilização, aumentando o engajamento entre o cliente e a marca.

Veja, na prática, quais são as vantagens das comunidades online para o seu negócio.

Agilize o atendimento ao cliente

Em uma época onde as pessoas possuem uma rotina cada vez mais atribulada, os gestores se deparam com a necessidade de agilizar o atendimento ao cliente. Com vários compromissos em um único dia, o tempo é um bem precioso para as pessoas.

Fazê-las esperar por minutos no telefone – que, conforme o contexto, podem parecer horas – é uma estratégia que, na prática, se mostra pouco eficiente e ainda pode contribuir para aumentar o nível de rejeição à marca.

Nesse contexto, ao participar de uma comunidade virtual, o cliente pode encontrar mais rapidamente a informação que está buscando, com o auxílio das barras de pesquisa.

Isso porque podem ser publicados diversos documentos e tutoriais, que solucionam as dúvidas mais frequentes. Esses conteúdos podem ser atualizados não apenas por você, mas também pelos usuários, que ganham a oportunidade de colaborar uns com os outros.

Ademais, cita-se a possibilidade de utilização dos recursos multimídia para enriquecer o conteúdo. Em um único vídeo, por exemplo, podem ser encontradas as respostas para várias dúvidas diferentes. Com isso, a tendência é que haja uma redução de custos, simultaneamente ao aumento dos índices de satisfação.

Atraia, eduque e influencie os usuários

Os benefícios das comunidades virtuais para o seu negócio também contemplam o aumento de sua base de clientes. Isso porque, ao buscarem por determinada informação, muitos deles acabam recorrendo a um mecanismo de busca.

Na prática, seu grupo pode ser encontrado com mais facilidade quando a produção de conteúdos obedece às diretrizes de otimização de SEO, permitindo que você melhore sua posição nas páginas do Google.

Uma vez que o usuário tenha sido atraído com sucesso, as ações devem ser planejadas com o propósito de educá-lo, reiterando a utilidade das soluções que você oferece.

Ao mesmo tempo, a manutenção de um espaço com informações atualizada, onde os consumidores possam encontrar as informações que desejam e interagir com outros usuários, pode influenciar na decisão de compra.

Em outras palavras, uma comunidade online, além de visibilidade, pode ser uma demonstração prática do seu empenho em proporcionar ao usuário uma experiência única, preocupação que também é importante parareter os clientes já conquistados.

Torne-as um termômetro para realização de ajustes e investimentos

Por fim, é válido tirar proveito de uma das principais características das comunidades virtuais: se tornar um espaço para que os usuários compartilhem suas impressões sobre os produtos e serviços que você comercializa.

Tire proveito dessas informações rastreando as principais sugestões ou pedidos de melhorias, beneficiando-se do feedback espontâneo para ajustar seu produto às expectativas e necessidades do cliente. Dessa maneira, você conseguirá entregar um bem que realmente atenda as expectativas e necessidades do cliente.

Ao desenvolver um projeto de melhorias, tenha em mente, porém, que todas as solicitações precisam ser resolvidas, mas, por outro lado, algumas delas não devem servir de parâmetro para a realização de alterações. Por essa razão, é importante que você tenha objetivos claramente definidos.

Por outro lado, sempre que uma melhoria for feita com base em uma sugestão da comunidade, divulgue. Via de regra, as pessoas se sentem mais valorizadas quando se dão conta que os seus pedidos foram atendidos, motivando-se a intensificar o grau de interação com a marca.

O que é preciso para criar uma comunidade virtual?

A primeira orientação para quem deseja criar uma comunidade virtual para o negócio não poderia ser outra: planeje-se! Para que esse espaço atinja os resultados esperados, a sua implementação não pode ser aleatória: é preciso definir as características do conteúdo que será divulgado, bem como a plataforma mais adequada para o compartilhamento.

Da mesma maneira, é preciso se manter atento a tudo o que é publicado. Mas, por outro lado, essa responsabilidade não dá aos administradores o direito de impor uma espécie de censura.

Tenha em mente que o jeito mais eficaz de esvaziar uma comunidade virtual é desencorajar o debate entre seus membros. Portanto, o ideal é que medidas drásticas, como apagar postagens ou mesmo remover um integrante, só sejam tomadas em último caso.

Lembre-se de que não apenas os usuários estão atrás de respostas. Mas você também! Como dito antes, as discussões na comunidade devem servir de parâmetro para a melhoria de seus produtos ou serviços. Para que essa estratégia funcione, porém, o usuário precisa se sentir confortável para expressar o que pensa.

Agora que você já entendeu os benefícios das comunidades virtuais para o seu negócio, veja outras maneiras de utilizar a internet para obter um diferencial competitivo. Até a próxima!


Você sabia que a Sigu pode ajudar a sua empresa a ter mais e melhores resultados com a internet?

Solicite uma proposta



Autor:

O Pinguim é o mascote da Sigu Marketing Digital. Especialista em internet, sempre ligado nas tendências das mídias sociais e nas novidades do mundo do marketing digital.

Comentários: