Marketing digital na área de saúde: por que e como fazer?

Marketing digital na área de saúde: por que e como fazer?

De nada adianta a oferta de um serviço de excelência se os seus clientes em potencial não tomarem conhecimento dessa iniciativa. Em tempos onde as pessoas estão cada vez mais conectadas, é preciso incorporar o ambiente digital à sua estratégia de comunicação.

Embora seja uma iniciativa recomendável a qualquer setor, o investimento em marketing digital na área de saúde é essencial para a captação de novos pacientes. Mas você sabe o que exatamente precisa fazer para colocar essa ação em prática? Continue a leitura e descubra!

Entenda a importância do marketing digital na área de saúde

A popularização da internet transformou os hábitos de muitas pessoas. Antes do boom tecnológico, era necessário fazer uma pesquisa em listas telefônicas e outras publicações impressas, como guias de convênios, para encontrar determinada informação sobre clínicas e médicos.

Hoje em dia, qualquer que seja o interesse do usuário, o processo de pesquisa está bem mais simples. Basta abrir um mecanismo de busca, digitar os termos desejados, e uma infinidade de sites que abordam o tema é listada. Por si só, este já seria um motivo suficiente para sua clínica ou estabelecimento de saúde ampliar a presença no ambiente virtual.

Mas não basta estar na internet. É preciso garantir que seu site se destaque em meio a tantos outros do mesmo nicho. E é aí que entra o marketing digital na área de saúde. A seguir, entenda os benefícios de implementar essa estratégia!

Fornecer informações precisas, mas ressaltar a necessidade de uma consulta

É inegável que a internet se transformou em uma vitrine para muitas empresas. Por outro lado, não há como checar a confiabilidade de todas as publicações. Intencionalmente ou não, muitas informações inconsistentes acabam sendo difundidas.

Nesse contexto, o marketing digital se transforma em uma importante ferramenta para a divulgação de conteúdo qualificado. Essa preocupação é especialmente válida no segmento da saúde, uma vez que muitos usuários, erroneamente, se automedicam com base em orientações que encontram na internet.

Dessa maneira, ao mesmo tempo em que é preciso incentivar o usuário a incorporar hábitos saudáveis a sua rotina diária, a estratégia de marketing digital na área da saúde não substitui a consulta médica presencial.

Por maior que seja o cuidado com a precisão de informações, a abordagem deve sempre encorajar o paciente a buscar orientações com um especialista de sua confiança, seja para investigar os sintomas apresentados ou realizar um check up preventivo.

Ampliar a base de pacientes e fidelizar os que você já conquistou

Outro legado importante do investimento em marketing digital é a ampliação de sua base de pacientes. Ao publicar conteúdo qualificado com regularidade, a tendência é que seu trabalho ganhe mais visibilidade, alavancando-o a condição de autoridade em determinado assunto.

E, a partir do momento em que as pessoas passam a reconhecer a relevância conteúdo que você produz, é natural que, em algum momento, esse interesse exerça um impacto positivo sobre a base de pacientes, considerando, inclusive, as indicações;

Nesse contexto, vale a pena celebrar não apenas a conquista de novos pacientes, mas também a fidelização daqueles que já mantém o hábito de se consultar em seu estabelecimento. Por esse viés, deve ser enaltecida a contribuição do marketing digital para a criação ou o fortalecimento de vínculos.

Descubra como criar uma estratégia bem-sucedida

Se, neste momento, você já se convenceu da importância de implementar uma estratégia de marketing digital na área de saúde, é muito importante a ressalva de que, para que o conteúdo traga os resultados esperados, não basta que haja boa vontade, tampouco conhecimento técnico sobre as diferentes especialidades da medicina.

É preciso que haja um criterioso planejamento, até mesmo para não infringir algumas determinações. Veja, agora, os principais aspectos que você deve ponderar ao produzir conteúdo.

Adeque o seu conteúdo às exigências legais

A primeira orientação para quem pretende investir em uma estratégia de marketing digital na área de saúde é adequá-lo às orientações legais, publicadas pelo Conselho Federal de Medicina, em um documento batizado de Manual da Publicidade Médica.

O órgão que regulamenta o exercício da profissão reconhece a importância dessa estratégia, mas por outro lado, condena algumas práticas, como a garantia expressa de que o tratamento surtirá os efeitos esperados. Apesar dos avanços da medicina, a intenção é deixar claro que diferentes pessoas reagem de diferentes maneiras a um mesmo tratamento.

Por essa razão, existe o veto a algumas expressões, especialmente as que possuem um cunho sensacionalista, alarmante ou excessivamente autopromocional. Assim, são proibidos termos como: “o melhor tratamento” ou “o único capaz de”, “resultados garantidos”, bem como quaisquer outros similares.

Da mesma maneira, é vetada a utilização da imagem de pacientes em materiais publicitários, ainda que elas tenham concedido autorização. A exceção, neste caso, fica para eventos ou trabalhos científicos. Outras proibições relevantes são a divulgação de preços ou o esclarecimento de dúvidas pela internet.

Cerque-se de equipes confiáveis

Por último, nós reforçamos a importância de se cercar de bons profissionais ao implementar sua estratégia de marketing digital na área de saúde. Por mais vasta que seja a sua experiência na especialidade em que atua, sua formação, por si só, tende a não ser o suficiente para trazer bons resultados.

É preciso também entender como funciona o processo de comunicação, bem como identificar quais são os canais mais adequados para que sua mensagem atinja o seu público-alvo. Paralelamente a um site espetacular, a criação de um blog costuma ser bastante encorajada, por contribuir para a propagação de informações relevantes.

Do mesmo modo, é preciso atenção a linguagem. Sem deixar de lado a precisão conceitual, o ideal é que termos técnicos ou muito específicos da profissão sejam substituídos ou então explicados para que possam fazer sentido para diferentes perfis de leitores.

Da mesma maneira, ao investir em uma ação de marketing digital, é preciso ter objetivos claramente definidos, direcionando os investimentos para a viabilização de tais metas. Toda vez que alguma dificuldade se materializar, o ideal é manter-se fiel aos objetivos.

Não desvie da rota traçada inicialmente, mas, por outro lado, nada impede que seus objetivos sejam revistos e ajustados de tempos em tempos, adequando-se às novas exigências de um mercado cada vez mais competitivo. Para potencializar os resultados, invista em automação.

Ao final deste texto, gostaríamos de propor uma reflexão, inclusive aos profissionais mais conservadores: agora que você já conheceu alguns benefícios do marketing digital na área de saúde, será que vale mesmo a pena continuar ignorando os milhões de usuários – e pacientes em potencial – que estão conectados?

Para não desperdiçar uma fatia considerável de mercado, conheça as soluções que a Sigu pode oferecer para o seu negócio: entre em contato e agende o seu atendimento com uma agência que muito se orgulha de ter vários médicos entre seus clientes. Até a próxima!


Você sabia que a Sigu pode ajudar a sua empresa a ter mais e melhores resultados com a internet?

Solicite uma proposta



Autor:

O Pinguim é o mascote da Sigu Marketing Digital. Especialista em internet, sempre ligado nas tendências das mídias sociais e nas novidades do mundo do marketing digital.

Comentários: