Como a GDPR vai afetar a sua estratégia de marketing digital?

Como a GDPR vai afetar a sua estratégia de marketing digital?

A coleta de dados é um dos objetivos primários de qualquer estratégia de marketing digital, uma das ferramentas mais populares para alavancar as vendas. Por outro lado, independentemente de onde estejam localizadas, as empresas precisam se adequar a algumas exigências.

Nesse contexto, o chamado GDPR vem ao encontro da crescente preocupação das autoridades em garantir a privacidade dos usuários. Entenda como essa regulamentação pode afetar a sua estratégia.

Afinal de contas, em que consiste a GDPR?

Em uma época onde as discussões sobre o uso indevido de dados foram ampliadas devido as recentes denúncias de vazamentos, a General Data Privacy Regulation (GDRP, que em português pode ser traduzida como Regulamentação Geral da Proteção de Dados) é um passo importante para evitar que situações como essa se repitam.

Trata-se de um conjunto de medidas que já estão em vigor nos 28 países que compõem a União Europeia desde o mês de maio, mas que acabam afetando diretamente as práticas de empresas que atuam em todo o mundo, uma vez que muitas delas têm acesso aos dados de cidadãos europeus.

Na prática, a GDPR estabelece procedimentos padrões para que as empresas obtenham, armazenem e utilizem as informações dos usuários, tais como: nome, endereço, e-mail e dados financeiros, entre outros.

Em caso de descumprimento, as penalidades podem ser extremamente severas: a multa pode alcançar 20 milhões de euros ou 4% da receita da empresa, com a opção pelo maior valor.

Na prática, como a GPDR afeta a sua estratégia de marketing?

A adequação às exigências da GDPR vai requerer uma reavaliação das estratégias de marketing. As empresas precisarão ser mais cautelosas na captação de dados, buscando maneiras de aperfeiçoar sua comunicação com clientes que realmente tenham interesse em seus conteúdos.

Na outra ponta, esse é um indicativo importante de que a privacidade do consumidor será resguardada. Espera-se também que a GDPR se transforme em um marco para a transparência do relacionamento entre cliente e empresa.

Quais as alterações estabelecidas pela GPDR?

A seguir, nós explicamos quais são as principais mudanças na dinâmica de utilização de dados, descritas na GPDR. Conhecer as alterações é essencial para que você consiga adequar as suas estratégias. Aprenda como fazer isso!

Na captação dos dados

Na fase de captação, o usuário precisará manifestar expresso consentimento para a captação dos dados. Pela nova regulamentação, as empresas deverão informar aos usuários a finalidade com que essas informações serão utilizadas. Também é preciso alertá-los sobre o uso de cookies em páginas monitoradas.

Além do mais, esse aviso precisa estar descrito de maneira clara e acessível na sua landing page. Saem as letras miúdas e os campos pré-selecionados para dar lugar a um texto padronizado, explicando as etapas do procedimento.

Direitos concedidos ao lead

Ao lead, por sua vez, é garantido o direito de solicitar uma cópia de seus dados que estão em posse de uma empresa, que deve enviar um extrato por meio eletrônico, sem custo.

Também é importante ressaltar que, a qualquer tempo, o usuário pode mudar de ideia, concedendo ou revogando a permissão para o uso das informações, sempre com a mesma facilidade.

Mediante solicitação, a empresa também deverá deletar, de maneira irrevogável, todas as informações sobre uma pessoa de seu banco de dados. Neste caso, a organização também fica impedida de repassar esses conteúdos a terceiros.

Preocupação com a segurança de informação

A empresa assume total responsabilidade pelo desenvolvimento de mecanismos que garantam a segurança de informação, que ganha o status de prioridade, ao invés de merecer atenção mediante situações de emergências.

Falando nisso, em caso de violação do sistema, os usuários devem ser comunicados em até 72 horas após tomarem conhecimento do episódio. Deve haver, ainda, um profissional especialmente designado para assegurar a integridade dos dados.

Sobre os dados que podem ser coletados

A GPDR também estabelece condições para o uso de dados, que só podem ser captados para um propósito específico, para o qual o consumidor tenha sido previamente alertado.

Isso significa que, apesar de parecer tentador, as organizações não estão autorizadas a solicitar informações de maneira indiscriminada: elas precisam ser relevantes e condizentes a sua estratégia. O desrespeito a essa orientação constitui uma violação efetiva a GDPR.

Período em que os dados podem ser armazenados

Por último, vale lembrar que a exploração de dados dos usuários é válida por um intervalo de tempo limitado, apenas durante o período de vigência da estratégia de marketing.

Se, por qualquer razão, essa interação deixar de existir, a empresa mantém-se obrigada a comunicar por quanto tempo as informações permanecerão armazenadas, apresentando uma justificativa para isso.

Como o Google Analytics vai se adequar a GDPR?

Desde a entrada em vigor da GDPR, os responsáveis pelo Google Analytics anunciaram algumas mudanças na plataforma, com o acréscimo de alguns recursos e funcionalidades para facilitar a adaptação.

Uma delas é uma ferramenta que permite deletar de sua conta no Analytics ou no Analytics 360º todas as informações associadas a um indivíduo. Por conta disso, os termos de processamento de dados foram atualizados. É recomendável, portanto, que você faça uma revisão do contrato.

Quais são as perspectivas de agora em diante?

A entrada em vigor da GDPR é uma excelente oportunidade para você repense sua estratégia de marketing: diante das novas exigências, as empresas se veem diante da necessidade de se reinventar continuamente. A preocupação com a privacidade do usuário deve ser o mote de suas ações.

Nesse contexto, a organização precisa armazenar comprovantes de que está se adequando ao regulamento. Para planejar quaisquer alterações, o ideal é que você conheça a íntegra do texto da GDPR, disponível tanto em língua inglesa quanto em português.

Após este post que esclarece os principais pontos da GDPR e como essa regulamentação provoca mudanças em sua estratégia de marketing, nós esperamos que você tenha se conscientizado sobre a importância de redobrar os seus cuidados com a sua base de dados.

Se precisar de orientações nesse processo de adequação, você pode desfrutar de todo suporte oferecido pelos profissionais da Sigu: entre em contato agora mesmo. Será um prazer ajudá-lo!


Você sabia que a Sigu pode ajudar a sua empresa a ter mais e melhores resultados com a internet?

Solicite uma proposta



Autor:

O Pinguim é o mascote da Sigu Marketing Digital. Especialista em internet, sempre ligado nas tendências das mídias sociais e nas novidades do mundo do marketing digital.

Comentários: