Entenda a importância do capital de giro para o investimento em Marketing Digital

Entenda a importância do capital de giro para o investimento em Marketing Digital

Entenda a importância do capital de giro para o investimento em Marketing Digital

Apesar da necessidade de realizar um bom investimento em Marketing Digital ter se tornado uma realidade para empresas dos mais diversos segmentos, ainda existem muitas dúvidas sobre como esse potencial deve ser trabalhado.

Nesse contexto, é inevitável que algumas questões comecem a surgir: afinal, quanto devo investir? Em quais tipos de mídia? Com qual frequência? Qual o teor das mensagem? Não é à toa que um dos principais dilemas dos gestores diz respeito aos detalhes sobre o orçamento de marketing.

Convenhamos que essa tarefa não é das mais simples — há mesmo muito o que se levar em consideração. Porém, com conhecimento, estudo e um trabalho analítico, essa missão se torna bem mais fácil. 

No post de hoje, abordaremos esses detalhes sobre o investimento em marketing digital e explicaremos a influência que o capital de giro tem nessa problemática. Acompanhe!

O capital de  giro no Marketing Digital  

O capital de giro pode ser definido como o dinheiro em caixa para as demandas a curto prazo de uma empresa. Esses valores geralmente correspondem a 50% ou 60% dos ativos financeiros da empresa.

Em uma formula simples, o capital de giro é o Ativo Circulante (dinheiro em caixa, estoque, valores a receber, etc) menos o Passivo Circulante (contas a pagar, empréstimos, contratos, etc). Com um equilibro nessa equação, é possível conseguir operar normalmente: o dinheiro entra, o estoque é renovado, as contas são pagas e o ciclo continua. 

Contudo, para que as vendas sejam realizadas, é preciso investir em marketing. E, por mais que isso não seja uma realidade, toda empresa deveria ter uma porcentagem dos seus recursos voltada para o marketing.

Uma das vantagens do digital é a possibilidade de investimentos menores. Diferentemente da TV, rádio e mídia impressa, a mídia digital permite orçamentos que se adequam a todos os tamanhos de empresa. 

Quando e quanto investir em Marketing Digital 

Como você viu, o marketing deve ser um investimento constante em qualquer negócio. Portanto, o ideal é que o capital seja aplicado assim que a marca adentrar o mercado.

Nós falamos em venda, mas o marketing digital também é uma ótima forma de fazer branding. Afinal, construir uma marca forte é o primeiro passo para o sucesso em qualquer mercado. 

Alguns especialistas em administração financeira constatam que grandes empresas chegam a aplicar 10% — ou até mais — do seu faturamento mensal em marketing. Já para empresas menores, 3% a 4% é considerado um bom número.

Porém, estas estatísticas não devem ser seguidas como regra, e cada caso deve ser levado em consideração separadamente. Como o marketing digital é muito versátil, existe sempre a possibilidade de testes e aprendizagem constantes. 

Mas fique atento: a expertise de um profissional para guiar seus investimentos em marketing digital é imprescindível. Afinal, anunciar nesse universo é tão fácil como desperdiçar dinheiro em cliques indesejados e tráfego infrutífero.

Lembre-se também de definir a estratégia correta, levando sempre em conta a a jornada do cliente e avaliando a melhor forma de se aproximar dele em cada etapa do processo de venda (e pós-venda). 

Gostou desse conteúdo? Ficou alguma dúvida sobre a importância do capital de giro para o investimento em marketing digital? Conte sua opinião pra gente aqui nos comentários!


Você sabia que a Sigu pode ajudar a sua empresa a ter mais e melhores resultados com a internet?

Solicite uma proposta



Autor:

O Pinguim é o mascote da Sigu Marketing Digital. Especialista em internet, sempre ligado nas tendências das mídias sociais e nas novidades do mundo do marketing digital.

Comentários: