Entenda a importância do planejamento estratégico para o seu negócio

Entenda a importância do planejamento estratégico para o seu negócio

Entenda a importância do planejamento estratégico para o seu negócio

Desde a década de 70, o Brasil vem presenciando uma grande redução do número de empresas que declaram falência prematura.

Boa parte dessa queda se deve à adoção de uma cultura de planejamento estratégico, uma ferramenta que tem sido muito utilizada  em negócios pequenos e individuais.

Quer entender como essa estratégia funciona? Acompanhe o post de hoje e veja a importância dela para a sua empresa!

O que é o planejamento estratégico?

De forma simplificada, trata-se de uma ferramenta de gestão em forma de roteiro, que servirá tanto para direcionamento quanto para tomadas de decisão.

Alguns autores afirmam que o planejamento estratégico é composto por dois momentos. O primeiro diz respeito à análise sistemática das oportunidades do mercado, comparando-as com os pontos fortes e fracos da empresa. Já o segundo se relaciona a construir uma estratégia para ligar mercado-empresa e alcançar objetivos e, então, construir um processo baseado em probabilidades que una a todos da empresa (e não apenas o alto escalão).

É importante definir alguns aspectos de um planejamento estratégico: a sua abrangência (seu tamanho na empresa), as suas etapas (realizáveis e práticas), a sua duração (equilibrando o “fazer” e o “pensar”).

É importante que esse planejamento seja simples e útil, mas também flexível: a execução dele deve ser consciente dos contextos e, portanto, pode sofrer ajustes.

O que acontece sem ele?

Em um cenário positivo, sem o planejamento estratégico uma empresa pode até crescer, mas será um crescimento sem controle e sem embasamento — ou seja, o gestor não saberá o que deu certo para repetir, nem o que deu errado para corrigir nas próximas ações. Em um momento de crise, reagir para não ir a falência também se torna uma tarefa mais difícil. 

Em um cenário negativo, a falta de planejamento estratégico pode significar falta de competitividade com outras empresas: sem prever seus movimentos, a concorrência acaba sendo feita com base em descontos. Isso diminui a margem de lucros, desagrega valor do produto e não fideliza aos clientes, além de gerar incapacidade de inovação.

Quais são os ganhos?

Com a adoção do planejamento estratégico, sua empresa conhecerá muito mais a si mesma e aos concorrentes, aproveitará melhor as oportunidades e diminuirá falhas e ameaças do mercado ao máximo, com o benefício de entender melhor o interesse de seus clientes e aumentar a rentabilidade. 

O planejamento estratégico formula claramente seus objetivos e como atingi-los para concretizar a sua missão como empresa. A postura da organização se torna pró-ativa para alcançar o planejado: cronogramas e orçamentos são controlados e a execução é avaliada. O crescimento não é por acaso: é sustentado ao longo do tempo. 

E o marketing digital?

Por acelerar interações, o ambiente digital está em constante mudança. Contudo, nesse fluxo contínuo existem grandes ondas de demanda a serem “surfadas", e essas ondas vão e voltam de maneira inesperada. Por isso, as empresas precisam estar presentes no universo online. 

Nesse contexto, o planejamento estratégico é mais do que necessário na hora de elaborar suas estratégias de marketing digital. Afinal, ele permite montar a estrutura ideal para seguir as tendências do mercado, assim como fornece indicadores precisos para analisar o ROI.

Imagine, por exemplo, que você seja dono de um negócio de calças de cintura alta. Elas eram uma tendência muito forte na década de 80, e por isso foram muito produzidas. Mas a onda passou e, com o tempo, produziu-se menos. 

Agora, imagine que há pouco tempo elas voltaram a ser moda por conta de uma celebridade que reviveu a tendência. A demanda aumentou e, consequentemente, a produção também.

No entanto, essa celebridade teve a sua imagem pública prejudicada por algum escândalo, perdendo popularidade. Logo, houve menos demanda da calça — e, consequentemente, menos produção. No futuro, porém, esse modelo de calça pode voltar à moda por outro motivo, e novamente a demanda mudaria.  

Essa história não passa de um exemplo hipotético, mas serve para mostrar como o planejamento estratégico vai permitir a realização de pesquisas que captem o motivo dessas variações, criando campanhas e adequando sua estrutura produtiva para as demandas que vão e voltam. 

E você, gostou de aprender sobre o planejamento estratégico? Assine a nossa newsletter e aprofunde-se no mundo do marketing digital!


Você sabia que a Sigu pode ajudar a sua empresa a ter mais e melhores resultados com a internet?

Solicite uma proposta



Autor:

O Pinguim é o mascote da Sigu Marketing Digital. Especialista em internet, sempre ligado nas tendências das mídias sociais e nas novidades do mundo do marketing digital.

Comentários: