Entenda como vender muito pela internet em 6 passos (o 4 é importantíssimo)!

Entenda como vender muito pela internet em 6 passos (o 4 é importantíssimo)!

Entenda como vender muito pela internet em 6 passos (o 4 é importantíssimo)!

Outro dia recebemos um e-mail de uma empresa interessada em nossos serviços de Marketing Digital. A responsável pela empresa entrava em contato solicitando não apenas um orçamento para os itens desejados, mas também uma explicação clara dos serviços que prestamos.

A mensagem nos pegou em um humor ainda melhor que o habitual (veja bem, era sexta-feira) e acabei por dar um retorno tão meticuloso da estratégia de marketing digital que planejamos para ela, que pensei “Caramba, isso daria um bom post”. 

Neste post eu vou explicar como montar uma estratégia de marketing digital simples e de retorno a curto prazo em apenas 6 passos. De quebra ainda vou ensinar como manter essa estratégia rendendo frutos a médio e a longo prazo. E o melhor de tudo, a um custo baixo e manutenção simples.

Parece improvável? Não quando você entende o que está fazendo.

Preparando o terreno.

Bem, antes de iniciar as dicas, vamos ao básico: Não adianta protelar, você precisa de um site

Um bom site, com conteúdo bem planejado, facilidade de indexação e moderno, será a base da sua presença na internet. A partir dele, elaboraremos as estratégias que lhe trarão mais alcance virtual, e assim mais presença e retorno através do público online.

Já possui seu site? Ele atende os requisitos acima? Ótimo (se ainda não tiver, clique aqui)! Com o site pronto, podemos nos preocupar em dar início a um plano de Marketing Digital inteligente e eficaz.

A estratégia

Costumo sugerir uma combinação de ferramentas que juntas não tem como falhar. Elas contemplam a comunicação com seu target de modo tão completo e efetivo, que obter resultado é uma consequência óbvia da estratégia em sí, como você irá perceber.

Não tem mistério, trata-se de uma estratégia que usa Links Patrocinados + Landing Pages + E-Mail Marketing.

Essa combinação irá lhe ajudar enormemente a curto prazo, enquanto um trabalho de Marketing de Conteúdo irá lhe trazer grandes frutos a longo prazo. 

(e se você quer continuar tendo resultados dentro da internet ao longo do tempo, sugiro imensamente começar a ler sobre Marketing de Conteúdo o quanto antes, certo?)

Estratégia de Landing Pages

Passo-a-passo

As etapas abaixo são extremamente simples quando compreendidas. Quaisquer dúvidas sobre os termos e nomes dos serviços, clique nos links dos mesmos que explicamos muito bem pelo nosso site.

Passo 1 – Preparando o campo

Primeiro de tudo, vamos criar uma Landing Page sobre um de seus produtos/serviços. Não sabe o que é isso? Clique no link que explicamos melhor. 

Uma Landing Page é rápida e simples e não deve levar mais de uma semana para ficar pronta (na verdade, não costuma passar de poucos dias, se sua empresa souber o que está fazendo).

Landing Pages são verdadeiras máquinas de conversão de cadastros de interessados (leads). Na verdade, elas são tão boas que conseguem aumentar a sua taxa de conversão em até 80%. Me impressiona como eu não vejo tantas empresas utilizando esta estratégia da maneira correta.

Uma boa Landing Page terá o papel único de capturar e-mails e dados de pessoas interessadas em seu produto/serviço (ex: http://rcaldas.com.br/seguro-automoveis ) além de qualificar os seus leads.

Landing PAge RCaldas

Por sinal, sempre tente criar versões diferentes da mesma Landing Page (mude a imagem, troque o texto, aumente o botão, etc). Testes A/B são excelentes para otimizar os resultados ao longo do tempo.

Passo 2 – Começamos a divulgar! 

Com a Landing Page pronta, divulgamos esta página pelo Google, através de Links Patrocinados – Uma forma fácil e rápida de conseguir que sua Landing Page apareça no primeiro resultado das buscas do que lhe interessa.

Aqui vai exigir um pequeno investimento para pagar ao Google, mas é você quem define o investimento (sério, quebrando o porquinho já dá pra investir aqui). Quanto mais for investido, mais pessoas vão ver sua página nos primeiros resultados do Google.

Desse modo, quando alguém buscar algum termo próximo do seu produto na página de pesquisa (ex. você tem uma concessionária e alguém pesquisa "carro novo"), sua Landing Page deverá aparecer nos primeiros resultados para ele.

Links Patrocinados

Detalhe: os anúncios serão exibidos APENAS para o público que iremos selecionar previamente (que será o seu público de interesse). Não vamos desperdiçar dinheiro, certo?

Passo 3 – Temos uma página e já temos acessos. E agora?

O que acontece agora: Quem entrou na Landing Page é porque viu o anúncio do Google (ou seja, já é seu público-alvo), certo? E quem chegou na Landing Page (que nada mais é do que uma página altamente convincente sobre um determinado assunto) e cadastrou o seu e-mail no formulário da mesma, é porque além de seu público-alvo também está interessado.

Sem muito esforço, e em pouco mais de uma semana, note que já estamos obtendo os dados de um possível cliente interessado que voluntariamente disponibilizou o seu contato para que possamos continuar o processo de venda.

Antes de passar para o passo 4, entenda isso: Temos interessados. Hora de vender?

Calma! É normal imaginar que neste ponto - com um cliente interessado e que cadastrou o próprio e-mail no seu banco de dados - já devemos partir direto para uma proposta comercial e tentar concluir a venda. Calma!! Isso pode ser feito (e até pode dar resultado), mas queremos maximizar o potencial de conversão da nossa ação, certo?

Visualize o seguinte: Você vê um comercial de uma geladeira de uma determinada loja na televisão. A geladeira lhe interessa, o preço não é ruim e você resolve visitar a loja no shopping para adquirir a mesma.

Entretanto, uma vez que você já está no shopping, resolve pesquisar a mesma geladeira em outras lojas e acaba achando a mesma (ou uma similar) mais barata em outra loja. Não vendo motivos para comprar na loja da propaganda, ele acaba comprando direto com o concorrente.

Viu o que aconteceu? Seu produto/serviço pode ter criado o interesse no seu público mas isso não significa que ele vai comprar com você, nem mesmo caso o seu preço seja imbatível (e isso nem sempre é uma coisa boa ou bem vista).

Pense que a internet é um grande shopping e que ele pode muito bem começar a pesquisar o mesmo produto/serviço com outras empresas logo depois de sair da Landing Page!

O que vai fazer o cliente se decidir por você e nem sequer se importar com os similares de outras empresas? 

Autoridade! Faça seus leads confiarem em você. Você não apenas tem um bom produto/serviço, mas você entende tanto do assunto (e é tão relevante) que sua autoridade é uma garantia que o concorrente não consegue superar (nem mesmo com preço).  

Isso é um agregador de valor tão importante, que pode não apenas garantir essa venda, mas também todas as futuras vendas com esse lead. Pense, porque as pessoas compram produtos que celebridades/blogueiros indicam ou optam por determinadas marcas, mesmo sendo mais caras e difíceis de achar que os disponíveis no mercado? Elas são autoridades no assunto. E é isso que vamos buscar.

Calma, é bem mais simples do que parece. 

Passo 4 - Construindo autoridade

Esclarecida a necessidade de se construir uma autoridade no que se está vendendo, vamos começar a tornar sua empresa confiável para o seu público.

Com os e-mails dos leads em mãos, começamos a disparar uma curta sequência de e-mails falando um pouco do produto/serviço e apresentando a sua empresa, além de informações interessantes para este cliente.

Seu produto é um Seguro Automotivo? Porque não mandar “5 dicas de como cuidar bem do seu carro” para o seu lead (sendo uma delas, contratar um bom seguro)?  

É um livro de auto-ajuda? Envie uma matéria sobre os benefícios de um estilo de vida saudável (que podem ser melhor explicados em um dos capítulos do seu livro).

Veja bem, ninguém gosta de receber SPAM em seu e-mail (nós mesmos, odiamos), mas nesse caso, trata-se de uma pessoa que já conhece a sua empresa, já se interessou pelo seu produto e já está AGUARDANDO estes e-mails. Na verdade, não só está aguardando, como ele PEDIU para receber estes e-mails, quando cadastrou o dela na Landing Page.

Ou seja, estamos usando uma estratégia de Marketing Permissivo para tornar a sua proposta de venda muito mais receptiva que o normal.

Um bom exemplo de sequência de e-mails para uma concessionária vender um Chevrolet Cruze, por exemplo:

1º - E-Mail de confirmação de cadastro e apresentação da empresa (enviado no momento do cadastro)
2º - “Tudo o que você precisa saber sobre o Cruze, neste infográfico!” (2 dias depois)
3º - “Você cuida bem do seu motor? Veja 5 dicas importantes!” (2 dias depois)
4º - “Cansado de fazer baliza? Separamos 5 modelos de carros que fazem isso para você (2 dias depois).

(Nesse ponto, é sempre bom ter os e-mails já preparados e programados para serem disparados automaticamente para o e-mail do lead assim que ele se cadastrar. Aqui na Sigu, utilizamos o MailChimp para essa tarefa).

Passo 5 – Sim! É hora de vender!!

Neste ponto, você já capturou a atenção deste cliente, já o transformou em um lead interessado e agora está construindo uma forte presença no dia-a-dia dele, com e-mails relevantes sobre algo que o interessa. Neste ponto, a sua empresa é uma autoridade naquele assunto para ele, e este já se encontra bastante receptivo a adquirir algum produto/serviço seu (mais de uma vez, inclusive)!

Marketing Digital

É hora de fechar a venda. Seu lead gosta de se sentir especial e exclusivo (quem não gosta?). Esta troca de e-mails e atenção está criando uma relação entre ele e a marca e qualquer presente neste ponto será bem visto.

Em um último e-mail, ofertamos uma condição especial de compra (um desconto ou algum bônus que você possa ofertar) e pronto!  No caso do Cruze, pode ser um kit com banco de couro (exclusivo através daquele e-mail).

O cliente já deve estar quase convencido, então qualquer brinde será a desculpa que faltava para ele converter a venda!

Perceba como as suas chances de conversão de cliente se tornaram infinitamente maiores do que se tentasse fazer qualquer outro tipo de comunicação de massa custosa e invasiva, como Telemarketing Ativo, Panfletagem, Banners, SPAM, Malas-Diretas e etc. 

Passo 6 – Hora de manter

Você já tem um cliente. Agora é hora de manter: Continue enviando conteúdo relevante (é agora que entra também o Marketing de Conteúdo) para ele regularmente, intercalando sutilmente com seus produtos e ofertas. Desse modo, você sempre terá uma base de clientes muito mais suscetíveis a fechar negócio contigo ao alcance de seu e-mail, a um custo muito mais baixo do que estratégias de marketing convencionais (Outbound Marketing).

Salientando o mais importante aqui: 
Todos os passos em nossa estratégia foram feitos através da permissão do seu cliente (Inbound Marketing). Afinal, foi ele quem optou por clicar no link para a Landing, quem quis cadastrar o e-mail e vai ser ele quem vai querer aceitar a oferta especial ao final da ação. 

Esse é o motivo o qual esta estratégia é tão eficaz. O produto não foi empurrado para o cliente contra a sua vontade. Consequentemente, a receptividade é muito melhor.

Todo o processo de venda ocorre em menos de um mês e com pouquíssimo esforço da sua equipe, afinal, todos os e-mails já estão pré-programados para serem enviados sempre que alguém cadastrar um e-mail na Landing Page (que continuará no ar recebendo acessos e cadastrando e-mails automaticamente).

Resultado? Retorno em curto prazo.

Extra: Marketing de Conteúdo

Já o Marketing de Conteúdo será crucial a longo prazo. A atualização de um blog e a produção de conteúdo exclusivo serão essenciais tanto para diferenciar a sua empresa da concorrência, quanto para ser encontrada facilmente por seu público-alvo. Aos poucos, sua empresa ganhará autoridade dentro da sua área (uma vez que escreve bastante e bem sobre o assunto) e será acessada por mais pessoas pertencentes ao seu público-alvo.

A quem se interessar, posso explicar essa estratégia um pouco melhor em um segundo momento. Cadastre seu e-mail na coluna da direita desta página e fique sabendo desse assunto.

Um abraço do Pinguim e até a próxima!


Você sabia que a Sigu pode ajudar a sua empresa a ter mais e melhores resultados com a internet?

Solicite uma proposta



Autor:

Atua na área de Design, voltada para publicidade e marketing desde 2005, tendo seu foco voltado nos 6 últimos anos para a área de Internet, Websites e mídias sociais. Sócio e Diretor de Criação e Mídias Sociais da Sigu Marketing Digital, desenvolvendo interfaces gráficas e estratégias de comunicação integradas para internet e gestão de redes sociais. 

Comentários: